The Sinner: primeira temporada

Jessica Biel - The Sinner

Jessica Biel em The Sinner. (Imagem:Divulgação)

Séries de investigação têm se firmado cada vez mais como uma fórmula para o sucesso. Talvez por esse motivo, surpreender o público é uma tarefa que está se tornando cada vez mais difícil. The Sinner (2017), apesar de por vezes cair no comum, ainda consegue trazer o frescor necessário pra manter o público interessado na sua história.

Quando uma jovem mãe de família, Cora Tannetti (Jessica Biel), comete um crime nefasto em público e se vê incapaz de explicar o motivo que a levou a um estado de fúria súbito, o investigador Harry Ambrose (Bill Pullman) se torna cada vez mais obcecado em entender as profundezas da psique da mulher, desenterrando os momentos de violência que ela tenta manter no passado, longe dos olhos do mundo.

Continuar lendo

Anúncios

Justiceiro: primeira temporada

Justiceiro 01_ed

Imagem: Divulgação

Depois de decepcionar com Luke Cage (2016) e Punho de Ferro (2017), a Netflix acertou o tom em o Justiceiro (2017). Similar, em qualidade, à primeira temporada do Demolidor (2015), a pareceria com a Marvel mostra em 13 episódios a continuação da saga do anti-herói na sua busca por vingança. Leia mais: Demolidor: primeira temporada.

Após se vingar dos responsáveis pela morte de sua mulher e filhos, Frank Castle (Jon Bernthal) descobre uma conspiração que vai muito mais a fundo do que o submundo criminoso de Nova Iorque. Agora conhecido pela cidade como O Justiceiro, ele precisa descobrir a verdade sobre as injustiças que afetam muito mais do que apenas sua família.

Continuar lendo

Crítica | Glow

Personagens da série Glow - Netflix -Série

Personagens da série Glow. Imagem: Divulgação

Mais uma vez a Los Angeles dos sonhos é abordada em uma produção. Dessa vez a Netflix escolheu a cidade como cenário principal da série Glow, produção que está disponível no serviço de streaming desde o mês de junho.

Ruth Wilder (Alison Brie) é uma atriz sem trabalho que sai em busca de uma última tentativa de viver o seu sonho, quando é convidada para participar de uma audição para um programa semanal de luta livre. A série, que se passa nos anos 80, aborda o universo da luta livre feminina, trazendo muitas referências reais, como é o caso do programa WWF Superstar of Wrestling, que foi o principal programa do seguimento até 1993, quando RAW estreou na TV americana.

Glow - Série - Netflix

A Netflix já confirmou a segunda temporada da série. Imagem: Divulgação

Um dos grandes problemas da produção é não aprofundar a história de suas personagens. Muitas até têm grande potencial, e abordam temas considerados polêmicos até hoje, mas as histórias infelizmente não desenvolvem, e acabam caindo no superficial.

Outro problema de não aprofundar tanto os dramas das personagens é a falta de identificação com o público, que em sua maioria não vai conseguir se identificar com nenhuma delas, o que faz com que a série perca muito do seu potencial.

Continuar lendo