A Garota no Trem

15978863_1532295210117251_761878847_n

 

Sinopse:

Todas as manhãs Rachel pega o trem das 9h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas-d’água, pontes, casebres e aconchegantes casas vitorianas.

Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes a quem chama de Jess e Janson -, Rachel é capaz de descrever o que imagina se a vida perfeita doo jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viajem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida.

Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.

Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas. A Garota no Trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.

 

15978653_1532295260117246_1729804355_n

 

Opinião:

A Garota no Trem é mais um dos livros que conseguiram visibilidade depois do enorme sucesso que teve a obra escrita por Gillian Flynn – Garota Exemplar. O livro é narrado pelo ponto de vista de três mulheres distintas: Rachel. Megan e Anna. Apesar de terem personalidade diferentes, ambas possuem características semelhantes.

A personagem principal é a Rachel, que depois de sofrer um trauma no passado, começou a ter problemas com a bebida, e isso é o principal fator que é utilizado para se construir o suspense de história.

Por se tratar de uma alcoólatra, tudo o que Rachel narra é considerado não confiável, já que em 90% do livro a personagem está bêbada, pois isso ela não sabe se suas lembranças realmente aconteceram ou se são apenas invenções.

Como a personagem ocupa um lugar de destaque na história, os seus capítulos são os maiores, e isso por muitas vezes foi um problema para mim, já que a leitura se tornava cansativa.

Rachel tem a auto estima muita baixa, e por várias vezes ela prometia para si mesma que iria para de consumir bebida alcoólica, mas no parágrafo seguinte já estava repetindo os mesmos erros. Isso me deixava com uma certa raiva da personagem, mas entendo que talvez a autora queira ter passado com bastante realismo os problemas pelos quais os alcoólatras passam.

Um outro ponto que me incomodou durante a leitura foi a investigação que ocorre durante a história. Os personagens descobrem mais informações do que a própria polícia, e a solução para o problema final acontece muito rápido, achei que faltou um pouco de criatividade.

A escrita da Paula Hawkins é muito boa, e consegue deixar o leitor preso a história. Por mais que em um certo ponto do desenrolar dos acontecimentos já seja possível saber o que aconteceu, você ainda sente vontade de continuar lendo.

 

Vocês já leram A Garota no Trem? gostam de ler histórias de suspense? me contem nos comentários!

 

4-estrelas

 

Anúncios

A Verdade Sobre Nós

15050313_1456758834337556_2078943824_n

 

Oi, gente!

Hoje vamos ter mais uma resenha de livro aqui no blog! já estava co saudade de escrever sobre minhas leituras aqui para vocês.

 

Sinopse:

No primeiro dia de faculdade, Madelyn Hawkins conhece Bennet Cartwright, o professor de biologia. Ele é atraente. E se interessa por ela. Só não faz ideia de que Madelyn tem apenas dezesseis anos.

Quando os dois se encontram, ela se sente mais viva, mais livre. E sabe que ele sente o mesmo. Sabe também que, se lhe contar sua idade, qualquer chance de relacionamento estará acabada.

Então sua decisão é muito simples:

Não vai contar nada a ele.

 

 15046431_1456758771004229_549262853_n

 

Opinião:

Assim que li a sinopse do livro achei bem clichê, por se tratar de mais uma história de amor entre aluna e professor. No entanto resolvi dar uma chance a história, pois como dizem por aí não podemos julgar o livro pela capa, ou neste caso, pela sinopse.

A leitura é bem fácil e flui rapidamente, porém não gostei nem um pouco de a autora ficar relembrando o tempo todo de que a diferença de idade entre os personagens principais é de 10 anos. Eu entendi que essa informação é bem importante para a história, mas ela é repetida diversas vezes.

Outra coisa que me não me deixou confortável com a leitura foi o fato de a personagem ficar comparando Bennet, o professor, com os colegas dela da época de escola. Cara, não dá para comparar! Como a autora mesmo fez questão de deixar claro, a diferença é de 10 anos! Isso fez com que o início do livro ficasse cansativo para mim, apesar de, como disse anteriormente, a leitura ter fluido facilmente.

 

15086791_1456758627670910_1385139061_n

 

Não me identifique com nenhum dos personagens. Madelyn insiste em dizer que já tem 16 anos, e que por isso já não é mais uma criança, mas as atitudes da personagem durante a história me irritaram algumas vezes por serem bem infantis. Além disso, achei o início do romance bem forçado, eles se conhecem e em apenas um dia já se mostram apaixonados.

Dá para entender algumas atitudes da garota, mas mesmo assim não me identifiquei com ela. Li diversas críticas sobre o livro em que as pessoas comentam o fato de ao longo da história a personagem ir amadurecendo, sinceramente, só percebi esse amadurecimento na última página.

Para não dizer que não gostei de nada do livro, achei a forma como ele é escrito, por cartas, bem legal, dessa forma é possível saber exatamente o que a personagem está pensando. Por fim, devo dizer que não é um livro ruim, mas também não é um leitura que me marcou e que eu recomendaria.

Vocês já leram A Verdade Sobre nós? Me falem nos comentários!

3 estrelas

 

Siga A Toca nas redes sociais:

face   insta pinterest twitter

 

 

 

#Girlboss

14800167_1434341489912624_274795100_o

Oi, gente!

Faz muito tempo que não escrevo uma resenha de livro aqui, vou tentar melhorar a frequência, pois eu sei que são posts que interessam muito a vocês. O livro de hoje é Girl Boss, espero que gostem!

14800303_1434341399912633_1245394990_o

 

Sinopse:

O livro prova que ser bem-sucedido não tem nada a ver com sua popularidade na escola ou na faculdade (se você fizer faculdade). O sucesso tem mais a ver com confiar nos seus instintos e seguir sua intuição, sabendo quais regras seguir e quais ignorar.

Uma #Girlboss leva a vida a sério sem se levar a sério demais. Ela se arrisca e assume responsabilidades de acordo com as suas próprias condições. Ela sabe quando dar o soco e como receber o golpe. Quando ficar calada e quando se abrir.

Como Sophia escreve: “ Tenho três conselhos que quero que você lembre: Nunca vire gente grande. Não se torne uma pessoa chata. Nunca deixe o sistema te dominar, Ok? Beleza. Então vamos começar. ”

 

14799819_1434341423245964_559559216_o

 

Opinião:

Girl Boss já estava na minha lista de leituras há muito tempo, e nem era pela sinopse do filme, e sim pela capa que é bem bonita. Depois que fiquei sabendo da história do livro, me interessei ainda mais pela leitura.

Sophia Amoruso era uma jovem que tinha tudo para dar errado. A sua vida muda, no entanto, quando ela descobre uma grande oportunidade na internet, e essa é uma das várias lições que o livro lhe apresenta: esteja sempre atento às oportunidades.

Sophia trabalhava em empregos que ela mesmo descreveu como “empregos que eu não preciso pensar para fazer meu trabalho”, e sempre se contentou com isso, pois o que interessava era o dinheiro. Até que descobriu a oportunidade de ganhar muito mais do que ela já havia ganho na vida, vendendo roupas vintages na internet. E foi nesta época que ela aprendeu o verdadeiro significado da palavra ‘trabalho’.

14800313_1434341473245959_822888041_o

Sophia fala o tempo todo que não quer que você vire uma empresária assim como ela, e que o objetivo do livro não é mostrar o caminho para que isso acontece, a fundadora da Nasty Gal quer mostrar que você pode fazer e conquistar tudo que você desejar desde que você trabalhe duro para isso, e o livro é cheio de frases inspiradoras.

Além de um conteúdo bem legal e de possuir uma leitura bem fácil, Girl Boss tem várias ilustrações, além da capa maravilhosa que comentei no início desta resenha. Acho que é um livro que você deveria colocar na sua lista, vale muito a pena!

Para quem se interessar, este é o site da Nasty Gal.

4-estrelas

 

Siga A Toca nas redes sociais:

face   insta pinterest twitter